Cruzeirinho Futebol Clube
PAULISTA A2: Bragantino rouba vaga do Guarani nas semifinais; Velo e Barretos caem Imprimir E-mail

 

Água Santa, Rio Claro e Bragantino ficaram com vagas ao lado

do São Caetano, enquanto Velo Clube e Barretos caíram abraçados

 

SEMIFINALISTAS E REBAIXADOS


Ao lado do São Caetano, garantiram vagas nas semifinais o Água Santa, Rio Claro e Bragantino.

Previsto pelo regulamento, as semifinais vão ter dois jogos. O Água Santa, primeiro colocado, pega

o Bragantino, quarto, enquanto o São Caetano, vice-líder, enfrenta o Rio Claro, terceiro colocado.

Os times de melhor campanha vão ter a vantagem de disputar o segundo jogo em casa. As datas e

horários serão definidas em reunião, nesta segunda-feira, na sede da federação Paulista de

Futebol (FPF). Por outro lado, Velo Clube e Barretos completaram as duas vagas no rebaixamento

ao lado de União Barbarense, Rio Preto, Capivariano e Mogi Mirim.

 

SEMIFINAIS DEFINIDAS


Apenas o São Caetano tinha sua vaga assegurada nas semifinais. Perdeu em casa para o

Penapolense, por 3 a 2. Com isso terminou na vice-liderança, com 34 pontos. As outras três

ficaram com o Água Santa, que goleou o Taubaté por 4 a 1 e terminou em primeiro lugar,

com 35 pontos. O Rio Claro, terminou em terceiro, com 33 pontos ao vencer, por 2 a 1,

de virada, o Sertãozinho. A quarta vaga foi garantida pelo Bragantino que ganhou do

Votuporanguense, por 3 a 1, e atingiu os 32 pontos. Além disso, foi beneficiado pela vitória

do Batatais, por 1 a 0, em cima do Guarani, respectivamente, quinto, com 31, e sexto,

com 30 pontos.


REBAIXAMENTO


No estádio Fortaleza, o Barretos venceu o Velo Clube, por 3 a 2, e os dois times morreram

abraçados, com 23 pontos. Pelo saldo de gols, o Velo, em 15.º, e o Barretos, em 16.º.

Mesmo com 23 pontos, se salvaram pelo saldo de gols, Votuporanguense e Portuguesa

que levou a virada do XV de Novembro, por 2 a 1, em Piracicaba. Essa vitória deixou no

XV com 25 pontos, em 12.º, e livre de queda. O gol da vitória saiu aos 45 minutos.

Apenas cumprindo tabela,o Juventus venceu o oeste, por 2 a 1, de virada, na Arena

Barueri. Ambos já não corriam risco de queda. O rebaixado Capivariano goleou o também

rebaixado União Barbarense, por 5 a 0. Em outro duelo de rebaixados, o Mogi Mirim

perdeu para o Rio Preto, por 2 a 1.

 

XV de Piracicaba
2
x
1
Portuguesa
São Caetano
2
x
3
Penapolense
Água Santa
4
x
1
Taubaté
Mogi Mirim
1
x
2
Rio Preto
Rio Claro
2
x
1
Sertãozinho
Bragantino
3
x
1
Votuporanguense
Barretos
3
x
2
Velo Clube
Capivariano
6
x
0
União Barbarense
Batatais
1
x
0
Guarani
Oeste
1
x
2
Juventus

 

 

 

 
AMADOR ESTA CHEGANDO A HORA Imprimir E-mail

 

 

GRUPO A GRUPO B
NOVA ONDA FC ``B´´  \ PE VERMEIO VILA NOVA FC
CLUBE ATLETICO DER CRUZEIRINHO
SER BOTAFOGO ESPOrTIVA SANJOANENSE
OLARIA SÃO PEDRO RESSOLAGEM BOA VISTA
ACADEMIA RUBRO NEGRA \ SES S.E GRUPO JCN
CLUBE REGATAS \ VIDRAÇARIA AGUAS DA PRATA NOVA ONDA F.C \ KLARO SHOOP
NAKO \ AGUIA DA VILA PRATINHA F.C

 

 

 

Liga Sanjoanense de Desportos
CAMPEONATO AMADOR REGIONAL
"TROFÉU VENÍCIO NOGUEIRA - 2017"
PRIMEIRO TURNO
D G Rodada 1 30 de Abril de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio x Olaria São Pedro FC CIC 08:00
A Clube Atlético DER x Academia Rubro Negra/SES CIC 10:00
A SER Botafogo x Clube Regatas/Vid. Águas da Prata Pratinha 10:00
B EC Vila Nova x Ressolagem Boa Vista DER 10:00
B Cruzeirinho FC x Nova Onda FC/Klaro Chopp Palmeiras 10:00
B Soc. Esportiva Sanjoanense x SE Grupo JCN/Palmeiras FC Esportiva 09:00
D G Rodada 2 07 de Maio de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A Clube Regatas/Vid. Águas da Prata x EC Nako/Águia da Vila CIC 08:00
A Olaria São Pedro FC x SER Botafogo CIC 10:00
B Nova Onda FC/Klaro Chopp x Soc. Esportiva Sanjoanense Pratinha 10:00
B Ressolagem Boa Vista x Cruzeirinho FC DER 10:00
B SE Grupo JCN/Palmeiras FC x Pratinha FC Palmeiras 10:00
A Academia Rubro Negra/SES x Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio Esportiva 09:00
D G Rodada 3 21 de Maio de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A SER Botafogo x Academia Rubro Negra/SES CIC 08:00
B Pratinha FC x Nova Onda FC/Klaro Chopp CIC 10:00
A Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio x Clube Atlético DER Pratinha 10:00
A EC Nako/Águia da Vila x Olaria São Pedro FC DER 10:00
B Cruzeirinho FC x EC Vila Nova Palmeiras 10:00
B Soc. Esportiva Sanjoanense x Ressolagem Boa Vista Esportiva 09:00
D G Rodada 4 28 de Maio de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A Olaria São Pedro FC x Clube Regatas/Vid. Águas da Prata CIC 08:00
B EC Vila Nova x Soc. Esportiva Sanjoanense CIC 10:00
B Ressolagem Boa Vista x Pratinha FC Pratinha 10:00
B Nova Onda FC/Klaro Chopp x SE Grupo JCN/Palmeiras FC DER 10:00
A Clube Atlético DER x SER Botafogo Palmeiras 10:00
A Academia Rubro Negra/SES x EC Nako/Águia da Vila Esportiva 09:00
D G Rodada 5 04 de Junho de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A EC Nako/Águia da Vila x Clube Atlético DER CIC 08:00
B Pratinha FC x EC Vila Nova CIC 10:00
A Clube Regatas/Vid. Águas da Prata x Academia Rubro Negra/SES Pratinha 10:00
A SER Botafogo x Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio DER 10:00
B SE Grupo JCN/Palmeiras FC x Ressolagem Boa Vista Palmeiras 10:00
B Soc. Esportiva Sanjoanense x Cruzeirinho FC Esportiva 09:00
D G Rodada 6 11 de Junho de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
B Ressolagem Boa Vista x Nova Onda FC/Klaro Chopp CIC 08:00
B EC Vila Nova x SE Grupo JCN/Palmeiras FC CIC 10:00
A Clube Atlético DER x Clube Regatas/Vid. Águas da Prata Pratinha 10:00
A Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio x EC Nako/Águia da Vila DER 10:00
B Cruzeirinho FC x Pratinha FC Palmeiras 10:00
A Academia Rubro Negra/SES x Olaria São Pedro FC Esportiva 09:00
D G Rodada 7 18 de Junho de 2017 Local Horário
Mandante Placar Visitante
A Olaria São Pedro FC x Clube Atlético DER CIC 08:00
B Pratinha FC x Soc. Esportiva Sanjoanense CIC 10:00
A Clube Regatas/Vid. Águas da Prata x Nova Onda FC "B"/Pé Vermeio Pratinha 08:00
B Nova Onda FC/Klaro Chopp x EC Vila Nova Pratinha 10:00





Horário



A EC Nako/Águia da Vila x SER Botafogo Palmeiras 08:00
B SE Grupo JCN/Palmeiras FC x Cruzeirinho FC Palmeiras 10:00

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Santos segura empate contra o Santa Fe e mantém liderança do grupo na Libertadores Imprimir E-mail

O Santos se manteve invicto e na liderança do Grupo 2 da Libertadores da América ao empatar por 0 a 0 com o Santa Fe, nesta quarta-feira, em Bogotá. Bem postado na defesa, o Peixe viu sua tática funcionar e controlou bem os colombianos - mas foi pouco agressivo no ataque. Victor Ferraz, no segundo tempo, acertou a trave adversária – na melhor chance da partida. Jean Mota foi expulso faltando dez minutos para a partida acabar e quase complicou a situação santista.

Como fica

Com o empate, o Santos foi a cinco pontos, em primeiro na chave. O Santa Fe, com quatro, é o segundo, à frente do The Strongest no saldo de gols. A lanterna é do Sporting Cristal, com dois. O Peixe volta a campo no dia 4 de maio, uma quinta-feira, novamente contra o Santa Fe, mas desta vez em casa. Se vencer, encaminha classificação. Duas vitíorias em casa garantirão a vaga - o Santos também receberá o Sporting Cristal.

Primeiro tempo

Lentidão, muitas faltas e poucas chances criadas foram o retrato do primeiro tempo. As equipes apresentaram um nível abaixo do esperado e não levaram perigo aos goleiros Castellanos e Vanderlei. O Peixe entrou em campo com a proposta de esperar o time colombiano tomar as ações para poder contra-atacar, mas não obteve sucesso. A única finalização do Alvinegro saiu dos pés de Ricardo Oliveira, que mandou longe do gol. O Santa Fe, por sua vez, não fez valer o fator casa e esbarrou na defesa do Santos. Os colombianos ficaram mais com a bola, mas não foram efetivos nas jogadas de ataque.

Segundo tempo

As equipes retornaram do intervalo buscando mais o jogo. Renato, em finalização de fora da área, ameaçou. O Santos se postou melhor e por pouco não abriu o placar em chute de Victor Ferraz, que recebeu de Lucas Lima na entrada da área e acertou a trave. Na sequência, Castellanos ficou com a bola. Aos 34 minutos, Jean Mota recebeu o segundo cartão amarelo por fazer cera e animou o Santa Fe, que se lançou ao ataque e quase marcou com o atacante Plata - barrado em ótima defesa de Vandelei. Aos 44, Ceter recebeu cruzamento na pequena área, de frente para o gol vazio, mas Victor Ferraz antecipou o atacante e salvou o Santos da derrota na Colômbia.

 
Sem inspiração, Galo para em gramado ruim e perde para o Libertad, em Assunção Imprimir E-mail

O Atlético-MG visitou o Libertad, em Assunção, no Paraguai, e não se deu bem. Em um gramado falho e pesado, devido à forte chuva, o Galo jogou mal e não conseguiu levar os três pontos para Belo Horizonte. Com gol de Ángel Lucena, aos 26 minutos da etapa inicial da partida, os paraguaios fizeram 1 a 0, chegaram ao primeiro triunfo na Libertadores e se mantiveram vivos na competição.

Primeira etapa

Um jogo de ataque contra defesa na primeira etapa. Nos 45 minutos iniciais, o Atlético-MG praticamente abdicou do ataque e deu campo para o Libertad jogar, principalmente pelos lados. O único lance de perigo do Galo foi em falta de Otero, que Muñoz defendeu tranquilo. Lucena, após boa trama ofensiva, bateu colocado e abriu o placar para os donos da casa.

Segundo tempo

Atrás no placar, não restava alternativa para o time mineiro a não ser ir para cima. Precisando ser mais forte no jogo aéreo, o técnico Roger Machado voltou com Rafael Moura e a mudança deu certo. O Atlético-MG melhorou, mas seguiu sem inspiração para criar boas chances de gol e melhorar o resultado.

 
Cruzeiro perde para o São Paulo, mas avança às oitavas de final da Copa do Brasil Imprimir E-mail

O Cruzeiro entrou em campo contra o São Paulo, no Mineirão, com uma grande vantagem no confronto pela quarta fase da Copa do Brasil. A vitória no primeiro jogo, por 2 a 0, no Morumbi, deu à Raposa a possibilidade de avançar às oitavas mesmo em caso de derrota. E foi justamente o que aconteceu. O Tricolor enfrentou o jogo em Belo Horizonte com muita disposição para reverter o resultado. Foi muito superior no primeiro tempo e saiu na frente com Lucas Pratto. Na segunda etapa, teve um banho de água fria com o gol de Thiago Neves, cobrando falta e contando com o desvio na barreira, que matou Renan Ribeiro. Pressionou, fez o segundo com Gilberto, mas não foi suficiente. Pelo que fez em São Paulo, o Cruzeiro passa às oitavas. O São Paulo está eliminado.

http://s2.glbimg.com/xyxk1T-n7dCS4u3m5wtuMSP-I9s=/0x51:1999x1175/640x360/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2017/04/19/sig20170419011.jpg

PRIMEIRO TEMPO

A pressão do São Paulo em busca do resultado chamou atenção no início do jogo. O time de Rogério Ceni foi o dono das ações desde os primeiros minutos. Logo aos 5, teve uma boa chance com Cícero, que finalizou sem goleiro, mas não conseguiu marcar. A pressão continuou, até que deu resultado. Aos 10, Cueva quase marcou. Aos 14, Pratto abriu o placar após cruzamento de Morato, estreante do dia. Após os 20 minutos, o Cruzeiro equilibrou o jogo. Teve chances de marcar, mas também viu o Tricolor quase ampliar. Os dois times pecaram nas finalizações, e o placar parcial do fim da primeira etapa foi mesmo 1 a 0 para o time visitante.

SEGUNDO TEMPO

Os últimos 45 minutos foram muito abertos do início ao fim. O São Paulo buscava de todas as maneiras o segundo gol. A bola aérea do Tricolor assustou muito o Cruzeiro - como aos 9, quando Jucilei finalizou quase embaixo da trave, e a bola subiu. A Raposa também ameaçava o gol paulista, principalmente nos contra-ataques. Aos 14, teve uma falta perigosíssima a seu favor, e Thiago Neves chamou a responsabilidade para cobrar. O chute foi na barreira, mas passou. O desvio matou Renan Ribeiro, que ficou parado e viu a bola entrar. O empate por 1 a 1 deixou o time celeste em condição muito favorável no jogo, já que poderia até tomar mais um gol. E tomou. Aos 33, Gilberto - em condição irregular - dominou na área e colocou o São Paulo de novo na frente. A pressão pelo terceiro gol foi grande, mas o Cruzeiro teve inteligência para segurar a bola no campo de ataque, esperar o jogo acabar e garantir a classificação com a derrota por 2 a 1. No agregado, 3 a 2.

 
Luis Fabiano espanta polêmica e afirma: "Nunca pedi para ser o capitão" Imprimir E-mail

Em menos de dois meses no Vasco Luis Fabiano já teve a oportunidade de ser campeão, no último domingo, ao conquista a Taça Rio em cima do Botafogo, no estádio Nilton Santos. Capitão, o atacante de 36 anos teve a honra de levantar o troféu, algo que tinha acontecido apenas quando defendeu o Sevilla, na Espanha, e o Tianjin Quanjian, na China. Foi especial para ele.

 

 

Mas o fato de ele ter recebido a braçadeira mesmo com pouco tempo de clube e de haver outros jogadores experientes no elenco, como Rodrigo, Nenê e Martín Silva, não satisfez alguns torcedores. O Fabuloso, então, fez questão de explicar que não partiu dele o pedido para ser capitão.

Luis Fabiano comemora primeiro título com a camisa do Vasco (Foto: André Durão)

 

 

 

- Foi muito especial. Mas é bom esclarecer, porque muitos torcedores têm carinho por alguns jogadores do Vasco, e vi que alguns perguntaram o motivo de fulano ou sicrano não ter levantado a taça. Quero deixar claro que nunca pedi para ser capitão, fui apenas comunicado pelo clube. Estou para ajudar, e se acham que devo ser, vou ser. Fiquei muito feliz com isso, porque vim disposto a ajudar muito. Eu não seria parceiro se quisesse tirar a faixa do meu melhor amigo (Rodrigo) no elenco - disse o camisa 9 ao GloboEsporte.com.

 

 

Para Luis Fabiano seguir com chances de levantar mais uma taça pelo Vasco, a equipe enfrenta o Fluminense no próximo sábado, no Maracanã, pela semifinal do Carioca.

 
Filme repetido: Chape cai na manjada catimba uruguaia e tropeça no Nacional Imprimir E-mail

Catimba. Uma palavrinha chata, repetitiva, e que teima em atrapalhar a vida dos brasileiros na Libertadores. Por mais que seja estreante, a Chapecoense certamente entrou em campo na Arena Condá, nesta terça-feira, ciente disso. Só que não teve jeito. O tricampeão Nacional fez a armadilha e fisgou um ponto na volta para o Uruguai. Com 30 minutos de bom futebol e uma hora de nervosismo, o Verdão ficou no 1 a 1, em partida válida pela terceira rodada do Grupo 7. Reinaldo abriu o placar, de pênalti, e Silveira empatou.

como ficou?

Chapecoense e Nacional seguem empatados na classificação da chave, agora com quatro pontos. Os uruguaios levam vantagem no saldo de gols: zero contra -1. Na quinta-feira, dia 27, as duas equipes voltam a se enfrentar, às 21h45 (de Brasília), no Parque Central, em Montevidéu. Quem ficou na boa no Grupo 7 foi o Lanús, que fez 5 a 0 no Zúlia e se isolou na liderança, com seis, deixando os venezuelanos com três.

 
PARA RELEMBRAR COPA DO MUNDO DE 1994 Imprimir E-mail

 

PARA MATAR SAUDADES COPA DO MUNDO DE 1994

 

 
COPA DO BRASIL 2017 Imprimir E-mail

 

COPA DO BRASIL 2017 JOGOS DE VOLTA

 

quarta-feira, 12 de abril
Internacional
1
Jogo 1
ENC.
Corinthians
1
Sport Recife
2
Jogo 1
ENC.
Joinville
1
quinta-feira, 13 de abril
EC Vitória
0
Jogo 1
ENC.
Paraná
2
São Paulo
0
Jogo 1
ENC.
Cruzeiro
2
Goiás
2
Jogo 1
ENC.
Fluminense
1
quarta-feira, 19 de abril
Paraná
Jogo 2
19:30
EC Vitória
Cruzeiro
Jogo 2
19:30
São Paulo
Corinthians
Jogo 2
21:45
Internacional
Joinville
Jogo 2
21:45
Sport Recife
Fluminense
Jogo 2
21:45
Goiás

 

 

 

 

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Pagina 1 de 377